Usando a música para mostrar uma parte da nossa força!

Olá Meus Amores, tudo bem com vocês? Hoje, Dia da Mulher, temos um post bem diferente do que costumo fazer por aqui. Trago sempre resenhas, dicas, favoritos, top 5 algum produto de beleza. E na real, eu até poderia fazer algo relacionado a beleza para falar sobre o tema e aumentar ainda mais o amor de vocês por vocês mesmas! Mas, talvez, usando a arte, a música, eu consigo parabenizar e demonstrar carinho às Mulheres do nosso Brasil e, quem sabe, até do mundo! E usando esse post como uma forma de alerta para o empoderamento feminino.

E antes de tudo, não sou feminista, mas isso não significa que eu não seja feminina e que não apoie causas, lutas e questões que aterrorizam o nosso meio. Quer conferir essa playlist de músicas incríveis, que merecem ser, sempre, escutadas por nós? Então vem comigo 😉

Respeita as Mina – Kell Mendes

E se eu disser que tudo começou por conta dessa música? E que por conta desse hino, criei uma playlist no Spotify e nomeei como Dia da Mulher? Pois então, foi essa! Que música, que chamada, que letra, que melodia, que mulher! A música fala exatamente tudo que eu penso e reflito!

Cê fica em choque por saber
Que eu não sou submissa
E quando eu tenho voz cê grita: “ah lá a feminista! ”
Não aguenta pressão arruma confusão
Para que tá feio irmão!

Eu não conhecia a Kell, mas comecei com pé direito! E convido vocês a escutarem também, caso ainda não conheça a música nem a autora dela!

É pra acabar com o machismo
E não pra aniquilar os homens
Quero andar sozinha porque a escolha é minha
Sem ser desrespeitada e assediada a cada esquina
Que possa soar bem, correr como uma menina
Jogar como uma menina
Dirigir como menina, ter a força de uma menina
Se não for por mim, mude por sua mãe ou filha!

Tá pra Nascer Homem Que Vai Mandar em Mim – Valesca Popozuda

Bem que uma vez, disseram que essa mulher era uma pensadora contemporânea! Convenhamos, que o título já diz muito sobre tudo que pensamos nos dias de hoje!

Vergonha na cara é coisa rara de se ver
Mal sabe meu nome e já tá querendo me ter

E olha que coisa (na verdade, um tapa na cara), nunca imaginei ver numa letra de funk tão simples, frases que precisamos sempre nos importar e colocar no Dia da Mulher e em todos os outros, como uma mantra!

Vou te provar que eu não sou do tipo de mulher
Que você paga uma bebida, e eu dou o que tu quer
Enfia teu malote no saco e lambe o cheque
Tenho nojo de moleque

É o Poder – Karol Conká

Já começa pela artista que já é um símbolo de representatividade e de empoderamento feminino. A maneira como se veste, fala, canta, as letras, tudo nela é o poder!

Quem vem só quem tem coragem vai
Já falei que quem nasceu pra ser do topo nunca cai
O medo é de quem, hein?
Olha quem ficou pra trás e a vida segue (segue)
E o tempo não volta mais

Quantas mulheres já não foram ou ainda são testadas diariamente? E isso e feito por outras mulheres e homens, não importa! Se posicionar com força, crescer, lutar, correr atras dos sonhos e alcançar, é para poucos! E hoje, no dia Dia da Mulher, repito: vá a luta porque você pode, tem o poder!

Se tem uma coisa que me irrita é ver bocas malditas
Dizendo mentiras sobre minha vida
Coisas que eu nem vivi ainda, eita!
Frustrados, pirados na cola já perdi a hora
Preciso ir embora alguém me espera lá fora, me deixa

Desconstruindo Amélia – Pitty

Outra mulher que tem em suas letras, uma mensagem forte e sempre se posicionando. Sem gritar, sem esbravejar, sem bater e nem elevar o dedo. Fala o que pensa e fala bonito, doce!

Vira a mesa,
Assume o jogo
Faz questão de se cuidar
Nem serva, nem objeto
já não quer ser o outro
hoje ela é um também

Eu acredito que essa música é a que tem mais cara do Dia da Mulher, porque temos muitas Amélias pelo Mundo, que se viram, são mães, trabalhadoras, casadas, namoram e não se perdem no meio de tanta blábláblá e vive a sua vida, ao seu gosto!

Hoje aos trinta é melhor que aos dezoito
Nem Balzac poderia prever
Depois do lar, do trabalho e dos filhos
Ainda vai pra night ferver

Respeita – Ana Canãs

Talvez, não precise nem falar muito com esse titulo, né? Mas só quero pontuar o quanto realmente precisamos ler mais, nos interessar mais, ajudar umas as outras e não podemos nunca nos silenciar! Que aproveitemos o Dia da Mulher, para refletirmos e nos amar, nos respeitar e dizer não todas as vezes que forem necessárias!

Diversão é um conceito
Diferente
Quando todas
As partes envolvidas
Consentem
E o silêncio é um grito
De socorro
Escondido
Pela alma pelo corpo
Pelo que nunca foi dito
Ninguém viu
Ninguém vê
Ninguém quer saber
A dor é sua
A culpa não é sua
Mais ninguém vai te dizer
E o cinismo obtuso
Daquele cara confuso
Mas eu vou esclarecer
Abuso

Feliz Dia da Mulher.

Ao empoderamento feminino, hoje e sempre!
Beeeeeijos e até a próxima!

Confira os outros posts do Blog. Clique aqui

Author

Write A Comment