Dica | Na tendência do Strappy Bra | Cris Magaldi

15 setembro 2016
Olá Meus Amores, tudo bem com vocês?


Hoje venho com um post bem interessante sobre um assunto que muiiita gente comentou um tempo atras, mas que mesmo passando um tempo, a tendência continua firme e muitas mulheres ainda continuam adeptas!

A princípio parecia só mais uma febre nas redes sociais com postagens de celebridades e blogueiras em meados de 2015. Mas, com a força da internet, o sutiã com alças de tiras que ficam à mostra ganhou força e espaço nos editoriais de moda, conhecido como Strappy Bra! Hoje, a peça é vista em todos os cantos e já é tendência nas diversas lojas do país.

Os looks ficam mais despojados e bem autênticos! Então, vem conferir mais detalhes!


Para este verão, a peça já ganha força e uma grande procura. De acordo com Adriana Onoda, gerente de marketing da Lutestil, marca fabricante de roupas íntimas femininas, nesta estação a fabricação do Strappy Bra subirá em até 70%.

“Em 2015, nos meses de novembro a fevereiro, 
a procura foi tão grande devido à exibição do produto na novela 
que não conseguimos dar conta de tantos pedidos. 
Para 2016, fizemos um planejamento. Alguns lojistas já entraram 
em contato para encomendar e temos a meta de fabricar 
70% a mais do que no ano passado."


A gerente ressalta que o produto já é tendência e que a marca produz diversos designs do modelo. “Os primeiros Strappy Bra eram com as tiras mais estreitas. Ele tornou-se o modelo básico e com a moda sempre inovando, começam a aparecer modelos e versões diferentes, como as tiras largas, estreitas, rendinhas, strass e o que a criatividade das empresas permitirem.”
Segundo Adriana, o preto e branco são as cores com maior pedida pelos lojistas.

Confira algumas dicas da gerente de como usar o Strappy:
  • Camisas transparentes;
  • Blusinhas decotadas;
  • Combina bastante com vestidos.




Sobre a Lutestil

Há 35 anos no mercado de moda íntima feminina, a Lutestil é uma importante marca que atende os maiores magazines do país e lojas de todo o Brasil, graças a sua elevada capacidade de produção mensal!!


Espero que tenham gostado das dicas!
Aproveitem essa tendência que ainda continua em pé e se tiverem alguma dúvida, não deixe de comentar ;)

Beeeijos e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário